Tipos de dispositivos de sinalização auxiliar: Veja quais são!

Tipos de dispositivos de sinalização auxiliar: Veja quais são!

tipos de dispositivos de sinalização auxiliar

A sinalização viária é um conjunto de técnicas e equipamentos que tem como objetivo organizar o tráfego, informar e orientar os condutores. Existem muitas formas de sinalizar e uma das principais é utilizar os diversos tipos de dispositivos de sinalização auxiliar.

Os dispositivos de sinalização auxiliar são muitos e cada um tem uma função específica. A escolha do dispositivo ideal vai depender do tipo de via, do fluxo de veículos, das condições do tráfego e outros.

Neste artigo, vamos explorar os principais tipos de dispositivos de sinalização auxiliar. Acompanhe!

O que são dispositivos de sinalização auxiliar?

tipos de dispositivos de sinalização auxiliar

Os dispositivos de sinalização auxiliar são equipamentos ou elementos utilizados para sinalizar informações relevantes em diversos ambientes viários, tais como vias, rodovias, espaços públicos e locais que requerem medidas de segurança. 

Esses dispositivos complementam os sinais básicos, como placas de sinalização e sinais sonoros, com o objetivo de garantir a segurança das pessoas que frequentam esses ambientes. 

Os dispositivos de sinalização auxiliar são regulamentados por normas técnicas específicas e devem ser instalados por profissionais qualificados para garantir a eficácia na sua utilização.

Todos estes dispositivos têm a capacidade de melhorar a segurança no trânsito, prevenindo acidentes e ajudando os motoristas a tomarem decisões informadas. Em suma, os dispositivos de sinalização auxiliar são essenciais para a segurança no trânsito.

Qual a importância dos dispositivos de sinalização auxiliar?

Esses dispositivos são usados para identificar e indicar as regras de trânsito, como a posição legal dos veículos e das pessoas no trânsito, assim como a direção e velocidade permitida. 

Existem muitos tipos dispositivos de sinalização auxiliar, incluindo luzes, sinais, placas de sinalização, grades de segurança, cones, balizas e muito mais. 

Eles podem ser usados para ajudar pedestres, ciclistas e motoristas a serem mais conscientes e tomarem decisões seguras. 

Além disso, os dispositivos de sinalização auxiliar podem ajudar a melhorar a acessibilidade para todos os usuários do trânsito, garantindo que cada pessoa possa ter segurança e acesso a informações importantes. 

Quais são os tipos de dispositivos de sinalização auxiliar?

Existem diversos tipos de dispositivos de sinalização auxiliar que garantem a segurança para todos os usuários da via. Dentre esses nós temos:

  • dispositivos delimitadores (DD);
  • dispositivos de canalização;
  • dispositivos de sinalização de alerta (DSA);
  • dispositivos de proteção contínua;
  • alteração nas características do pavimento;
  • dispositivos luminosos (DL);
  • dispositivos de uso temporário (DT).

Abaixo, vamos falar mais sobre eles.

Dispositivos delimitadores (DD)

Os dispositivos delimitadores, tem a função de ajudar o motorista a saber quais são os limites da via.

Eles podem ser amarelos ou branco, além de terem películas ou lentes que refletem a luz dos faróis do carro. Aqui estão alguns exemplos desses dispositivos:

  • tachões, semelhantes as tachas mas na cor amarela;
  • tachas, que são aplicados no pavimento e também são conhecidos como olhos de gato;
  • cilindros delimitadores, que também são aplicados ao pavimento;
  • balizadores que são fixados aos guarda-corpos e as muretas.

Dispositivos de canalização

Os dispositivos de canalização são colocados em série sobre uma superfície que é pavimentada, como o asfalto das ruas e estradas.

Os dispositivos de canalização são comuns em muitas situações, especialmente em locais onde as calçadas estão interditadas por motivos de reforma. 

Nessas situações, os pedestres precisam usar uma parte da via para transitar com segurança, o que pode ser perigoso se não houver uma separação clara entre os pedestres e os carros. 

É nesse contexto que entra o dispositivo de canalização, que ajuda a orientar o fluxo de tráfego e separar o espaço entre os pedestres e os veículos, garantindo a segurança de todos.

Exemplos de dispositivos de canalização

São exemplos de dispositivos de canalização:

  • prismas, cuja função é substituir as guias;
  • segregadores, que são usados para demarcar os espaços exclusivos de circulação para determinados tipos de veículos.

Dispositivos de sinalização de alerta (DSA)

Os dispositivos de sinalização de alerta são essenciais para chamar a atenção dos condutores em situações de perigo ou obstáculos na via, como obras, acidentes ou interrupções no fluxo de trânsito.

Esses dispositivos são produzidos com cores chamativas, como amarelo e preto em situações fixas ou laranja e branco em situações temporárias, justamente para chamar a atenção dos usuários da via e indicar obstáculos ou intervenções na circulação.

Exemplos de Dispositivos de sinalização de alerta (DSA)

Segue alguns exemplos de dispositivos de canalização

  • Marcadores de obstáculos
  • Marcadores de perigo
  • Marcadores de alinhamento

Dispositivos de proteção contínua

Os dispositivos de proteção contínua são colocados de forma sequenciada na via para desviar os condutores do perigo, e são amplamente utilizados para isolar uma parte da via e evitar que os carros passem e transitem pelo lado errado. 

Normalmente, esses dispositivos são utilizados nos viadutos, rodovias e pontes.

Exemplos de dispositivos de proteção contínua

  • Gradis de canalização;
  • Barreiras de concreto;
  • Defensas metálicas;
  • Dispositivos anti-ofuscamento;
  • Dispositivos de contenção.

Dispositivos que alteram as características do pavimento

Esses dispositivos são implementados para alterar as propriedades básicas de uma via de tráfego, oferecendo maior controle e segurança para todos os envolvidos no trânsito, tais como: 

  • condutores;
  • pedestres;
  • ciclistas
  • animais;
  • outros.

Esses dispositivos são importantes para a segurança viária, e têm como objetivos principais: 

  • promover a redução da velocidade dos veículos em determinados trechos;
  • incentivar uma postura mais cuidadosa do condutor, com a mudança na percepção do ambiente viário;
  • diminuir o risco de acidentes proporcionando maior aderência dos veículos ao pavimento;
  • garantir a segurança dos pedestres e dos ciclistas nas áreas metropolitanas que cruzam estradas de grande tráfego.

Exemplos de dispositivos que alteram as características do pavimento

  • sonorizador;
  • lombadas duplas e simples;
  • fresamentos ou enrugamentos.

Dispositivos luminosos (DL)

Os dispositivos luminosos (DL) são aqueles que usam a iluminação para transmitir informações aos motoristas. Essas informações, podem ser entregues através de sinais, textos ou outros.

Exemplos de dispositivos luminosos 

Dentre os dispositivos luminosos, temos como exemplo:

  • painéis que contenham setas luminosas, cuja função é orientar sobre o fluxo e as possíveis situações no trânsito;
  • painéis eletrônicos, que são utilizados para dar direções e alertas sobre as condições imprevistas.

Dispositivos de uso temporário (DT)

Grande parte das pessoas, sejam motoristas ou não, estão familiarizadas com os dispositivos que estão presentes em todas as vias de trânsito, sendo parte integrante do seu dia a dia.

Dentre os dispositivos de uso temporário, temos cones, cilindros, cavaletes e vários outros.

Exemplo de dispositivos de uso temporário

Existem vários tipos de dispositivos de uso temporário utilizados na sinalização viária, e os mais comuns incluem:

  • Cones de sinalização: são peças cônicas de material plástico ou borracha, que são utilizados para delimitar áreas restritas, orientar o tráfego, alertar sobre perigos e sinalizar obstáculos;
  • Cavaletes ou barreira móvel: são dispositivos verticais de madeira ou metal, que possuem duas faces para sinalização e são utilizados para sinalizar obras, acidentes ou eventos temporários;
  • Barreiras fixa: são dispositivos utilizados para canalizar ou bloquear o tráfego e isolar uma área onde há obras ou serviços;
  • Fitas zebradas: são fitas plásticas listradas utilizadas para sinalizar áreas restritas ou de perigo, alertando os usuários da via para que evitem tais áreas.

Além desses dispositivos, o Manual Brasileiro de Sinalização de trânsito, volume VII, traz outros exemplos, como tapumes, grades, telas plásticas, tambores e outros. Os sinalizadores de trânsito como os descritos anteriormente são fundamentais para manter a segurança no trânsito, principalmente durante a execução de obras.

Conclusão

tipos de dispositivos de sinalização auxiliar

Agora que você já sabe um pouco mais sobre os principais tipos de dispositivos de sinalização auxiliar, também sabe da importância que eles têm para garantir a segurança no trânsito.

E se você precisa de um orçamento para um projeto de sinalização viária, não deixe de contar com a Setas Sinalização.

Com anos de experiência no mercado, nós oferecemos uma ampla variedade de produtos, incluindo cones, cilindros, cavaletes, barreiras de contenção, placas, fitas zebradas, luzes intermitentes, tachões refletivos, entre outros.

Nós também temos uma equipe altamente qualificada para fornecer o melhor serviço de sinalização de trânsito do mercado. FAÇA UM ORÇAMENTO e garanta a segurança em seus projetos.

Deixe sua avaliação post
Eduardo Bello
Eduardo Bello
Analista de Conteúdo | Analista de SEO | Agência Web Marketing

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *