Dispositivos de Sinalização Auxiliar: o que é e quais os tipos?

empresa de sinalização viária
Empresas de Sinalização Viária em São Paulo
9 de agosto de 2021
empresa de sinalização viária
Empresa de Sinalização Viária na Zona Norte
16 de agosto de 2021
Exibir tudo

Dispositivos de Sinalização Auxiliar: o que é e quais os tipos?

dispositivos de sinalização auxiliar
 

Dispositivos de sinalização auxiliar, você sabe explicar o que são?

Enquanto você se esforça para lembrar, quero dizer que você convive com esses dispositivos diariamente, eles fazem parte do seu trajeto diário.

Tudo começou em 1968, na cidade de Viena, na Áustria, durante a Convenção de Trânsito Viário.

Se você pretende dirigir em qualquer lugar do mundo, vai precisar conhecer esses dispositivos. Aqui vamos trazer informações importantes.

Acompanhe a leitura até o final.

Dispositivos de sinalização auxiliar, para que serve?

dispositivos de sinalização auxiliar

Antes de começarmos a falar sobre os dispositivos de sinalização auxiliares, é importante explicar do que estamos falando em primeiro lugar. Como lhe disse, você pode não saber a definição, mas convive com eles nos seus trajetos diários.

Esses dispositivos estão relacionados com a segurança do trânsito. Na Convenção de Viena de Trânsito Viário, foi observado um déficit de uma linguagem mundial que fosse compreendida por turistas e visitantes em geral. Isso porque existem vários tipos distintos de sinalização viária.

Os principais são aqueles que você provavelmente vê o dia todo: a sinalização horizontal e vertical, a semafórica, sonora e gestual.

No entanto, havia uma necessidade da criação de dispositivos de trânsito auxiliares para complementar toda a informação necessária para os motoristas e pedestres.

Desta forma, foram criados os dispositivos de sinalização auxiliar, como elementos usados próximo às vias ou dentro delas, com o objetivo de auxiliar os motoristas a trafegarem de forma fácil e segura, em qualquer lugar do mundo.

Estes dispositivos podem ser confeccionados de vários materiais, cores ou formatos diferentes, de modo que possam se adaptar aos contextos específicos de cada situação.

A seguir falaremos sobre a finalidade dos dispositivos de sinalização auxiliar.

As Finalidades dos Dispositivos de Sinalização Auxiliar

dispositivos de sinalização auxiliar

Para tornar mais fácil sua compreensão vamos resumir suas principais finalidades:

  • Complementar a sinalização principal da via e/ou de uma situação em particular;
  • Alertar os motoristas sobre situações de risco em potencial, seja em situações emergenciais ou permanentes;
  • Atuar melhorando a visibilidade da sinalização principal que está sendo usada na via;
  • Aumentar a nitidez do alinhamento da via e de possíveis obstáculos;

É importante salientar antes de darmos continuidade, que esses dispositivos são auxiliares, ou seja, eles não tem função sozinhos, somente complementando e reforçando a sinalização principal.

Tipos de Dispositivos de Sinalização Auxiliar

Distribuídos por suas finalidades, temos 7 tipos de dispositivos de sinalização auxiliar:

  1. Dispositivos delimitadores;
  2. Dispositivos de canalização
  3. Dispositivos de sinalização de alerta;
  4. Dispositivos de proteção contínua;
  5. Alterações nas características do pavimento;
  6. Dispositivos luminosos;
  7. Dispositivos de uso temporário.

A seguir vamos trabalhar nas funções de cada um deles. Acompanhe!

1 - Dispositivos Delimitadores

dispositivos delimitadores

Como seu nome já diz, ele auxilia o condutor a entender as limitações da via de tráfego, nas vias eles geralmente são amarelos com fitas refletivas à luz dos faróis.

São exemplos de dispositivos delimitadores:

  • Tachas: aplicados em linha no pavimento das vias (os famosos olhos de gato);
  • Tachões: idênticos às tachas, porém na cor amarela;
  • Balizadores: fixados em muretas e guarda-corpos;
  • Cilindros: aplicados no pavimento.

2 . Dispositivos de canalização

dispositivos de canalização

Os dispositivos de canalização são aqueles colocados em série sobre uma superfície que é pavimentada.

Eles são muito comuns, mas geralmente em locais onde as calçadas são interditadas, por motivo de reforma, e é necessário que o pedestre use uma parte da via, então esse dispositivo separa o espaço entre os pedestres e os carros.

Exemplos de dispositivo de canalização:

  • Prismas: são usados para substituir as guias;
  • Segregadores: usados para delimitar espaços exclusivos de circulação para determinado tipo de veículo.

3. Dispositivos de sinalização de alerta

dispositivos de sinalização de alerta

Os dispositivos de sinalização de alerta são elementos que chamam a atenção dos condutores para obstáculos ou situações de perigo à sua frente.

Por isso, eles são produzidos com cores chamativas, com a combinação do amarelo e preto em situações fixas ou laranja e branco em situações temporárias, como por exemplo: reformas da via.

Eles também são usados para alertar o condutor de linha de tráfego, para desviar do perigo.

São exemplos de dispositivos de sinalização de alerta:

  • Marcadores de obstáculos - grandes peças sinalizadas orientando o condutor do local do perigo, ou ainda traçado na via mudando o sentido até passar o obstáculo.
  • Marcadores de perigo - placas pintadas de amarelo e preto orientando sobre o perigo à frente.
  • Marcadores de Alinhamento - placas em forma de setas, orientando a mudança do fluxo.

4. Dispositivos de proteção contínua

Dispositivos de proteção contínua

São dispositivos colocados de forma sequenciada na via, para desviar os condutores do perigo. Eles são usados para isolar uma parte da via evitando que os carros passem para o lado errado.

Geralmente são feitos de materiais maleáveis e flexíveis, para em caso de choque não danifiquem os carros.

São usados geralmente para:

  • Formar barreiras em vias localizadas entre encostas e ribanceiras ou precipícios; como as defensas metálicas;
  • Criar barreiras entre fluxos de sentidos opostos, onde veículos podem transpor a sua área de circulação por acidente ou imperícia do condutor;
  • Evitar o ofuscamento com as luzes de veículo em sentido oposto;
  • Regulamentar e orientar a circulação de pedestres e ciclistas.

5. Dispositivos luminosos

Dispositivos luminosos

Dispositivos que usam luminosidade para passar mensagens de alerta aos condutores.

Funcionalidade desses dispositivos:

  • Complementar informações sobre as condições da via;
  • Alertar para situações inesperadas ou de emergência e orientar sobre o que os motoristas devem fazer;
  • Alertar sobre práticas ilegais em vias onde elas são comuns – por exemplo, andar pelo acostamento em saídas para feriados prolongados, quando o fluxo é muito intenso;
  • Transmitir mensagens educativas visando reforçar as atitudes saudáveis de pedestres e condutores.

6. Dispositivos de uso temporário

Dispositivos de uso temporário

São dispositivos de caráter transitório, usados para as seguintes funções:

  • Bloquear ou canalizar o fluxo do trânsito em caso de emergências de longa duração, como grandes acidentes ou danos na via;
  • Orientar e canalizar o trânsito em locais de obras, protegendo trabalhadores e equipamentos;
  • Servir uma situação que seria atendida por um dispositivo permanente, porém de forma provisória.

Esses são os 6 principais dispositivos de sinalização auxiliar, usados não somente no Brasil, como também em toda parte do mundo.

A Setas Sinalização Viária trabalha com todos os tipos de dispositivos de sinalização auxiliar. Se você quiser conhecer mais, veja aqui nossa página de produtos.

Marcos Moreira
Marcos Moreira
Analista de Marketing Digital | Agência Web Marketing

1 Comment

  1. […] é válido relembrar a presença dos cones nessa lista, assim como cavaletes de proteção e outros dispositivos auxiliares de sinalização.  Todos são integrantes da sinalização de trânsito e também fazem parte do trabalho das […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *